Equipe para campanha eleitoral

construa o time da vitória!

O período de campanha política é repleto de tarefas, responsabilidades, compromissos e gastos, sendo imprescindível que o candidato conte com uma equipe para campanha eleitoral muito bem preparada e sempre pronta para atender às demandas eleitorais, que são inúmeras.

Sempre que possível e houver verba o suficiente, invista em dividir o trabalho de uma campanha eleitoral entre pessoas que possam se dedicar com exclusividade à um determinado tipo de atividade, ou até mesmo múltiplas equipes exclusivas para cada setor de atuação.

Pensando em ajudar políticos a passarem por esse período tão delicado com a melhor experiência possível, trazemos um conteúdo para lhe mostrar quem são as peças-chave da sua equipe para campanha eleitoral. Saiba quais os profissionais ou áreas de atuação são necessários e qual deve ser o perfil dessas pessoas para poder contar com a ajuda e a dedicação de uma equipe altamente qualificada. Confira!

coordenador geral de campanha eleitoral

Coordenação geral
Aqui está a figura que é o braço direito do candidato e a “cabeça” do time, sendo assim o espírito de liderança desse profissional deve ser extremamente aflorado.

Espera-se que esse coordenador geral da campanha seja capaz de antecipar conflitos, problemas e conquistas, além de saber “um pouco de tudo”, tendo uma noção geral do trabalho de todas as áreas que gerencia.

O coordenador precisa saber suportar momentos de pressão e ter um ótimo relacionamento interpessoal, pois terá que lidar, muitas vezes sozinho com a população, a equipe de trabalho, fornecedores, imprensa, candidato, etc., sem deixar de ser paciente, educado e carismático, mantendo a harmonia do ambiente de trabalho.

No entanto, essa pessoa não pode deixar de ter o pulso firme, pois precisa a todo tempo ser capaz de tomar decisões importantes.

Por último, o coordenador geral de campanha deve ser um eterno aprendiz, não permanecer na zona de conforto, buscando sempre novas soluções.

Marketing e comunicação
Ousamos dizer que essa é uma das áreas mais importantes da campanha eleitoral, afinal de contas, o que garante os votos é a imagem pessoal e as ideias transmitidas pelo candidato. E quem é que se certifica de transmitir isso tudo da melhor maneira possível? Isso mesmo, o marketing!

Os profissionais de marketing devem ter um perfil extremamente análitico e estratégico, mas acima de tudo devem ser pessoas criativas, já que trabalharão diretamente com a construção da imagem do candidato na tentativa de “encantar” os eleitores.

Algumas das principais atividades desse time são:

análise de resultados de pesquisas eleitorais;

preparação e produção de conteúdo para o horário eleitoral;

preparação para debates;

criações de peças e ações de campanha, como os santinhos, jingles e slogans;

manutenção das redes sociais do candidato e campanha online;

proposição de eventos e de táticas de relacionamento direto com o eleitor.

Todas essas estratégias de marketing e comunicação combinadas são capazes de aproximar o candidato ao eleitor, gerando engajamento e conseguindo transmitir confiança à população.

Jurídico
Existem leis e normas para regular até mesmo os mínimos detalhes de uma campanha, portanto advogados e consultores jurídicos, pessoas que sejam capazes de entender as leis eleitorais, são muito importantes na composição de equipe de campanha eleitoral.

Esses profissionais também devem ser pessoas extremamente estudiosas e antenadas às informações da Justiça Eleitoral, uma vez que as leis podem ser alteradas, como aconteceu com a minirreforma eleitoral de 2016. Outra qualidade importante é ter um perfil analítico, para que não deixem nenhum detalhe passar, o olho clínico burocrático da equipe.

Coordenação financeira
coordenacao financeira de campanha eleitoral

Os profissionais responsáveis por esse setor precisam ter o gene do desafio, pois serão responsáveis pela arrecadação de recursos da campanha, e não há nada mais desafiador que essa tarefa.

A minirreforma eleitoral de 2016 dificultou ainda mais o trabalho desse setor, já que as doações de empresas foram proibidas e foi imposto um teto limite de gastos, ou seja, é necessário ter muito jogo de cintura e criatividade para conseguir fazer mais com menos.

Estes são os principais cargos e áreas que compõem uma equipe para campanha eleitoral e os respectivos perfis desejados dos profissionais ocupantes de cada uma delas.

Lembre-se! O candidato sozinho não é capaz de tocar toda a sua campanha! Mobilize pessoas e competências necessárias para garantir a maioria dos votos.

Para receber mais conteúdos que vão te ajudar na sua campanha eleitoral, assine a nossa newsletter e acompanhe o blog. Até a próxima!